Unidados Contabilidade

Notícias

Quando o filho/a se torna uma arma

Como a alienação parental se utiliza da criança para afetar um terceiro

Autor: Henrique HollandaFonte: 0 autor

A alienação parental é um dos muitos resultados de um relacionamento conturbado, que infelizmente afeta uma vítima inocente, a criança cresce em uma constante briga, e este ambiente gera diversos danos psicológicos e de relacionamento. Para evitar estas circunstâncias a legislação brasileira, especialmente na Lei nº 12.318/10, conhecida como Lei de Alienação Parental, enumera condutas que caracterizam essa prática nociva.

O advogado familiar Dr Henrique Hollanda diz que entre essas condutas, a difamação de um dos pais na frente da criança é um dos mais comuns, manchando a imagem na tentativa de enraizar seu próprio rancor retirando a vontade do filho de ver o alvo dos xingamentos e insultos.

Outra prática comum é a exclusão do genitor de decisões importantes na vida dos filhos, como a escolha da escola. Essa exclusão é preocupante, pois a instituição de ensino pode influenciar o desenvolvimento cognitivo das crianças, além de facilitar o distanciamento físico, já que o controle de onde o filho está pode dificultar o acesso ao outro parente.

O alienador frequentemente cria obstáculos para prejudicar o convívio, justificando a ausência como a falta de desejo de ver o filho, que gera uma sensação de solidão e abandono apenas para o alienador consola-lo depois.

O advogado familiar desempenha um papel vital nessa situação, atuando como guia legal e apoio emocional, buscando entender as nuances emocionais e familiares.

A atuação do advogado familiar inicia-se na identificação precoce dos sinais de alienação, pois como também tratam do divórcio, onde normalmente é o ponto de início deste processo de abuso, eles tem a chance de orientar os clientes sobre seus direitos legais e ações preventivas. Além disso, trabalham em conjunto com psicólogos e assistentes sociais para compreender a dinâmica familiar e garantir suporte integral.

Em última análise, o advogado familiar desempenha um papel-chave na prevenção e intervenção da alienação parental. Sua atuação ética, compreensiva e embasada na lei visa preservar o melhor interesse da criança, promovendo ambientes familiares saudáveis e protegendo seu bem-estar emocional.

Serviço: Dr. Henrique Hollanda
Advogado especialista em Direito da Família e Sucessões
Hollanda e Sinhori Advogados Associados
Ajudo pessoas a protegerem seus bens através de planejamento sucessório e inventário.
@henriquehollandaadvogado
+55 41 98468-8650
contato@hollandaesinhori.adv.br
https://www.hollandaesinhori.adv.br/

Últimas Notícias

  • Empresariais
  • Técnicas
  • Estaduais
  • Artigos
  • Melhores

Agenda Tributária

Cotação Dólar

Indicadores diários

Compra Venda
Dólar Americano/Real Brasileiro 5.2027 5.2036
Euro/Real Brasileiro 5.5563 5.6063
Atualizado em: 21/04/2024 20:38