Unidados Contabilidade

Notícias

75% das empresas devem incorporar IA nos próximos 5 anos

Muito dificilmente você passou o ano de 2023 sem ao menos acessar o ChatGPT, uma ferramenta de inteligência artificial de linguagem natural desenvolvida pela OpenAI, amplamente utilizada por estudantes e profissionais em diversas áreas

Autor: Filipe BentoFonte: 0 autor

Muito dificilmente você passou o ano de 2023 sem ao menos acessar o ChatGPT, uma ferramenta de inteligência artificial de linguagem natural desenvolvida pela OpenAI, amplamente utilizada por estudantes e profissionais em diversas áreas.

Na era digital contemporânea, a Inteligência Artificial (IA), com sua capacidade de reproduzir o comportamento humano em tomada de decisões e execução de tarefas, emerge como uma ferramenta poderosa que transforma o cenário empresarial.

Conforme o relatório 'Future of Jobs' do Fórum Econômico Mundial, a IA desponta como a área mais promissora no mercado de trabalho para os próximos anos. Mais de 75% das empresas planejam incorporar Inteligência Artificial em seus negócios nos próximos cinco anos, abrindo inúmeras oportunidades para profissionais proficientes nessa tecnologia.

Com aplicações desde ciência de dados avançada até atendimento automatizado ao cliente, a IA vem sendo gradualmente implementada por empresas de diversos setores.

Atualmente, empresas conseguem integrar a inteligência artificial em praticamente todas as atividades, desde mineração de dados sociais até aprimoramento do relacionamento com o cliente (CRM), rastreamento de produtos e otimização da logística. No entanto, nem sempre o investimento nessa tecnologia está nos planos das empresas, que enfrentam desafios para alocar recursos em seus orçamentos para esse fim. Por onde começar?

Uma maneira de conciliar o orçamento com investimentos em IA é revisar os gastos atuais, especialmente em relação à ausência de softwares integrados. Muitas empresas utilizam modelos de software que cobram por usuário e atendem apenas a aspectos específicos do negócio. Essa abordagem fragmentada não apenas é ineficiente, mas também gera custos significativos. Imagine a economia potencial ao substituir vários softwares específicos por uma solução integrada "tudo em um".

Uma plataforma centralizada "tudo em um" oferece excelente custo-benefício, unificando diversas funções empresariais. Isso não só simplifica as operações, mas também reduz a necessidade de múltiplas assinaturas e licenças. Além disso, consolidar uma única plataforma diminui a curva de aprendizado para os funcionários, permitindo que adquiram proficiência na plataforma de forma mais rápida e com menos treinamento.

A automação de processos é outra vantagem crucial dessas plataformas. Ao automatizar tarefas repetitivas e demoradas, as empresas alcançam eficiência operacional significativa, aumentando a produtividade e reduzindo a necessidade de mão de obra para tarefas específicas. Com a automação, a equipe pode concentrar-se em tarefas mais estratégicas e criativas, agregando maior valor à empresa.

Mas como isso abre espaço para investimentos em IA? Ao substituir múltiplos softwares por uma solução integrada e ao automatizar processos, a empresa consegue 'enxugar' os gastos, gerando economia que pode ser alocada para financiar iniciativas de IA como investimento estratégico para a escalabilidade da empresa.

Essa realocação não é apenas um gasto, mas um investimento estratégico. Ao escolher uma plataforma eficiente "tudo em um" e adotar a automação, sua empresa não apenas economizará dinheiro, mas também se preparará para o futuro digital, no qual a IA não é apenas uma possibilidade, mas uma necessidade para manter a competitividade.

Sem contar que, frequentemente, essas plataformas já vêm com IA embutida, facilitando e encurtando o caminho até a inovação.

Os benefícios? Provavelmente, ficará surpreso, um sentimento comum a todos que se deparam com uma Inteligência Artificial inovadora no mercado. Entre as vantagens, destaca-se a personalização e eficiência no atendimento ao cliente, crucial nos dias de hoje. Além disso, essa inovação permeia diversos aspectos, desde a concepção de novos produtos até a criação de modelos de negócios que provocam disrupções no cenário empresarial. As tarefas repetitivas e baseadas em regras podem ser automatizadas, liberando recursos humanos para se concentrarem em atividades mais estratégicas e criativas.

Podemos considerar 2023 como o ano da descoberta, 2024 como o ano da implementação da IA, e a necessidade de iniciar essa jornada o quanto antes para manter a relevância no mercado.

Filipe Bento, CEO da BR24, empresa brasileira fornecedora do software internacional Bitrix24

Últimas Notícias

  • Empresariais
  • Técnicas
  • Estaduais
  • Artigos
  • Melhores

Agenda Tributária

Cotação Dólar

Indicadores diários

Compra Venda
Dólar Americano/Real Brasileiro 5.2027 5.2036
Euro/Real Brasileiro 5.5563 5.6063
Atualizado em: 21/04/2024 20:09